Pesquisas

Varizes esofágicas, tratamento e prevenção


Varizes esofágicas: causa, sintomas e prevenção. Vários tratamentos terapêuticos baseados nas condições que levam ao diagnóstico da patologia.

O termo varizes esofágicas se refere à dilatação patológica das veias inferiores do esôfago causada pelo colapso da parede devido ao aumento da pressão venosa. O maior risco de varizes esofágicas é sua ruptura e possível sangramento. A causa mais frequente de varizes esofágicas é representada por doenças crônicas do fígado e, mais raramente, do baço.

Varizes esofágicas, sintomas

Freqüentemente, as varizes esofágicas são assintomáticas e os sintomas que ocorrem podem ser confundidos com outros distúrbios menos graves. Não há sintomas óbvios até que surja uma série de condições que levem ao diagnóstico da doença. Vamos ver o que são:

  • Fezes pretas (melena): Fezes pretas são causadas pela presença de sangue. Essa condição ocorre devido ao rompimento das veias. Ressalta-se que fezes pretas não são suficientes para validar o diagnóstico.
  • Manifestação de umsangramento intestinal repentino (vômito de sangue): no início podem ocorrer tonturas ou náuseas, em casos graves é possível vomitar sangue. Nesse caso, os primeiros socorros são recomendados.
  • Perda de consciência: geralmente ocorre em decorrência do sangramento produzido pelas varizes esofágicas, levando a tonturas e desmaios nos casos mais graves.

É importante ressaltar que os sintomas citados não podem ser negligenciados de forma alguma. Mesmo que não sejam varizes esofágicas, esses eventos estão afetando seriamente a sua saúde.

Varizes esofágicas, diagnóstico e tratamento

As varizes esofágicas são evidenciadas durante a endoscopia, exame direto do esôfago, estômago e duodeno que é realizado através da introdução de um tubo equipado com sistema óptico pela boca.

Com base na classificação das varizes esofágicas, o médico escolherá um determinado tratamento. Entre as opções possíveis:

  • Tratamento farmacológico: na ausência de sangramento, devem ser administrados medicamentos para aliviar a pressão das varizes
  • Ligadura endoscópica: em caso de intolerância ou efeitos colaterais ao tratamento farmacológico, optamos pela ligadura das varizes de esôfago através de anéis de borracha para favorecer o seu desaparecimento
  • Escleroterapia endoscópica: utilizada em casos de sangramento e consiste na injeção de uma substância nas veias esofágicas.
  • Shunts cirúrgicos: são intervenções cirúrgicas destinadas a descomprimir a veia porta, a fim de desviar o fluxo em direção à veia cava ou renal
  • Transplante: o transplante de fígado é o último recurso

Deve-se notar que qualquer tratamento clínico pode levar a efeitos colaterais desagradáveis, como tonturas, diarréia, náuseas. Por isso, será necessário um acompanhamento do especialista para entender qual tratamento pode se revelar mais funcional e adequado.

Pessoas em maior risco

Embora varizes esofágicas possam surgir de outras complicações, os indivíduos com problemas hepáticos ou que tiveram trombose apresentam risco aumentado. A este respeito, é aconselhável levar um estilo de vida saudável e acima de tudo uma alimentação adequada.

Varizes esofágicas, prevenção

  • Mantenha um peso saudável
  • não fume
  • não use drogas
  • envolver-se em atividade física
  • Reduza a ingestão de medicamentos se não forem necessários: paracetamol, AINEs
  • Não tome suplementos alimentares se não for necessário, especialmente proteínas e aminoácidos
  • Siga uma dieta correta: não a grandes refeições, alimentos gordurosos e fritos, alimentos com alto teor calórico
  • Não beba álcool e bebidas espirituosas
  • Diminua a ingestão diária de sal
  • Prefira alimentos com baixo índice glicêmico e alto teor de fibras
  • Evite adoçantes e corantes
  • Evite o jejum;

Recomendações importantes

Na presença de fezes escuras, tontura ou vômito com sangue, é bom consultar o seu médico em tempo hábil. O tratamento rápido pode reduzir a dor e o desconforto, além de prevenir o agravamento da situação.

Grandes varizes esofágicas com risco de ruptura podem causar sangramentos muito graves que podem comprometer a vida do paciente. Não subestime os sintomas que podem levar ao diagnóstico de varizes esofágicas para reduzir o risco de mortalidade.



Vídeo: Causas de varizes esofágicas, sintomas e tratamento. Kayo TV (Dezembro 2021).