Comida orgânica

O guia para uma compra correta de alimentos


Em nossas casas, o setor Comida é um daqueles onde ocorre o maior desperdício, mais do que desperdício de energia. Todos os dias jogamos fora grandes quantidades de comida porque estragou ou expirou. Começa com pão e termina com queijos e vegetais esquecidos na geladeira. A primeira regra para compra de comida não é tentado por "estoques", uma redução significativa no despesa não vai dar espaço para o desperdício. Se comprar menos, terá sempre comida fresca!

Compra de comida, dicas para economizar e reduzir o desperdício

  • A primeira regra já foi ditada, evite o suprimentos de comida.
    Evite cair na tentação de "três por dois", de compras no atacado ... Parece conveniente, mas é mesmo? Tem certeza de que três por dois não é uma estratégia para tirar mais dinheiro?
  • Para o despesa, use os envelopes da avó! Saia de casa com sua sacola de tecido, evite sempre embalagens "descartáveis".
  • Preferimos alimentos com embalagens menos pesadas
  • Compramos salada fresca, não embrulhada: custa menos e se for produzida localmente também ajudamos a economia da nossa cidade.
  • compra de comida pode ser feito diretamente do fabricante.
    Corte a cadeia de abastecimento, do produtor ao consumidor, o poupança será garantido; para isso, informe-se sobre os pequenos criadores e agricultores locais, mesmo que não tenham o rótulo orgânico, os alimentos oferecidos pelos pequenos produtores são sempre mais saudáveis ​​(e muitas vezes até mais baratos) do que os oferecidos pelos grandes varejistas.
  • Escolha apenas produtos rastreáveis.
    Antes de colocar algo no carrinho, pergunte-se: "de onde vem este produto? ", prefira sempre produtos locais. As lojas de descontos são muitas vezes desprezadas, mas algumas redes oferecem produtos por região geográfica de origem. Não seja esnobe, seja inteligente!
  • Compra de comida: mercados de frutas e vegetais, mercados de peixes e feiras locais
    Novamente, não seja esnobe, seja inteligente!


Vídeo: Guia Alimentar para a População Brasileira ensina 10 simples passos para uma alimentação saudável (Dezembro 2021).